Liga Brasileira de Free Fire

Campeão da 3ª temporada da Free Fire Pro League e do Free Fire World Series, o Corinthians é um dos principais favoritos ao título da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). O time manteve o elenco formado por Nobru, Fixa, Level Up, Japa e Pires, contratando o Crazy como reforço para a temporada. O comando dos jogadores segue nas mãos do técnico ChefeXL.

Perigoso, o Corinthians trabalha muito bem o mapa no quesito rotação e dificilmente perde uma trocação de igual para igual. Liderado pelo Fixa, eleito MVP na conquista do título brasileiro, o elenco alvinegro é completo e segue a risca o plano de jogo ditado pelo capitão.

Fixa. capitão do Corinthians, comemorando o título de MVP da 3ª temporada da Pro League

Nobru, atual melhor do mundo, segue sendo o jogador mais decisivo do time. Ele consegue performar bem até mesmo nos maus momentos do Timão, e a sua comunicação com o Fixa parece estar sempre em dia. Juntos, eles formam uma das duplas mais mortíferas do servidor.

Japa, Pires e Level Up, que revezam as outras duas vagas, também não deixam a desejar, e isso é um dos pontos fortes do Corinthians: todos os jogadores executam suas funções muito bem. É claro que, a depender da situação da partida, um pode ser mais decisivo que o outro, mas em bom estado psicológico, longe de pressão, todos conseguem performar de forma correta.

Outro ponto positivo do elenco é a união. Esse time está junto a muito tempo e por isso ele se entende, não apenas dentro do Free Fire, mas também fora dele. Isso é um fator que deve ser levado em consideração, uma vez que, caso o time precise lidar com problemas fora de jogo, isso será trabalhado de forma mais tranquila.

Durante uma entrevista cedida logo após a Copa América, onde o Coringão não conseguiu executar seu jogo com maestria, Nobru comentou que a equipe mudaria por completo o seu estilo de jogo para a temporada vindoura, e isso vai de encontro à contratação do Crazy, ex-Los Grandes. Ter um jogador de fora, com uma visão de jogo diferente, chegando na equipe, pode ajudar ainda mais os atuais campeões mundiais a se fortalecerem na competição.

Crazy é anunciado no Corinthians Free Fire (Foto: Divulgação)

Em suma, o único problema que pode afetar o Corinthians é se deixar levar pelas conquistas recentes. Chegar ao topo é fácil, mas se manter lá em cima é difícil, principalmente quando os adversários sentem a mesma vontade de vencer.

Conseguindo se renovar como desejam, os jogadores do Corinthians possuem tudo o que é necessário para levar a primeira etapa da LBFF e dar início à construção de uma dinastia no cenário nacional.

Corinthians Free Fire após a conquista do título mundial

Leia também: