Boletim LBFF #1: confira tudo o que rolou na semana de estreia da Série A

Depois de muita espera, os 12 melhores times do cenário finalmente estrearam na nova Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). Em meio a tantas mudanças, as e...

Depois de muita espera, os 12 melhores times do cenário finalmente estrearam na nova Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). Em meio a tantas mudanças, as equipes reservaram a primeira semana para conhecer os seus adversários, mas não deixaram de lado as boas trocações que todos estão acostumados a ver.

Perdeu algum lance ou não conseguiu acompanhar as partidas? Preparamos um apanhado de tudo o que aconteceu na semana de estreia da Série A da LBFF.


Resultado das quedas

Sábado, 01/02
Bermuda (Jogo 1) – BOOYAH: paiN Gaming
Purgatório (Jogo 2) – BOOYAH: LOUD
Bermuda (Jogo 3) – BOOYAH: RED Canids
Purgatório (Jogo 4) – BOOYAH: Vivo Keyd
Bermuda (Jogo 5) – BOOYAH: LOUD
Purgatório (Jogo 6) – BOOYAH: LOUD

Domingo, 02/02
Bermuda (Jogo 1) – BOOYAH: LOUD
Purgatório (Jogo 2) – BOOYAH: paiN Gaming
Bermuda (Jogo 3) – BOOYAH: RED Canids
Purgatório (Jogo 4) – BOOYAH: INTZ
Bermuda (Jogo 5) – BOOYAH: paiN Gaming
Purgatório (Jogo 6) – BOOYAH: LOUD

Tabela – Semana 1

Confira como ficou a tabela da LBFF após às primeiras quedas

Como se saíram os times na Semana 1

Destaques positivos: LOUD, RED Canids, Vivo Keyd, paiN Gaming e Team Liquid

Líder do campeonato com 283 pontos, a LOUD foi o principal destaque da rodada. Inteligente e agressivo na medida certa, o time campeão da Copa América 2020 mostrou que conseguiu absorver muito dos últimos campeonatos disputados e se mostrou uma equipe diferente, que erra menos, e consequentemente, acerta mais. Sem um destaque individual, a equipe formada por Will, Bradoock, Vinizx e ShariiN joga na mesma página e se mostrou a equipe que mais soube lidar com o novo formato do campeonato até o momento.

LOUD comemorando após BOOYAH

RED Canids e Vivo Keyd também foram duas gratas surpresas na competição. Depois de apresentações inconstantes na terceira temporada da extinta Pro League, a RED parece ter conseguido colocar a cabeça no lugar e tem se mostrado uma equipe muito mais bem preparada individual e estrategicamente. Destaque para as atuações de Alemão, um dos melhores jogadores do primeiro dia de competição.

Depois de passar uma temporada inteira fora da primeira divisão, Kroonos e seus companheiros da Keyd voltaram à elite com tudo, se mostrando uma das equipes mais regulares da competição até então.

Dividindo o quarto lugar da tabela com os guerreiros está a paiN Gaming, que chegou com mudanças significativas e que fizeram a diferença no estilo de jogo agressivo da equipe.

paiN Gaming se abraçando após queda bem sucedida

Por último, porém não menos importante, vale destacar o desempenho da Team Liquid, que entrou no campeonato com os jogadores da antiga B8. Embora não tenha gritado nenhum BOOYAH no final de semana, o quarteto se apresentou de forma convincente para a estreia e foi possível ver uma evolução do sábado para o domingo, mostrando que a equipe segue evoluindo, apresentação por apresentação.

Destaques negativos: Corinthians, FURIA, SKS e PRG

Por se tratar do início de competição, algumas equipes não conseguiram performar e lidar bem com o novo formato que chegou junto com a Liga Brasileira.

Uma dessas equipes foi o Corinthians, que no ano passado conquistou a última temporada da Pro League e o título do Free Fire World Series. Fora de contexto na maioria das partidas, o time liderado por Fixa terminou a primeira semana na nona colocação, surpreendendo a todos que esperavam um bom desempenho do quarteto.

Corinthians tem início de campeonato fraco e começa mal na competição

Uma outra equipe dotada de expectativas e que não performou bem ao longo das doze quedas disputadas foi a FURIA de Solotov e companhia. Experiente, o quarteto não se encontrou na competição e pareceu amedrontado na maior parte das quedas.

Estreante na primeira divisão, a SKS, uma das guildas mais tradicionais do Free Fire, sentiu a pressão da estreia e também não conseguiu jogar o seu melhor na última semana, errando rotações e perdendo trocações importantes no final das partidas.

PRG, décima colocada na competição, completa a lista de destaques negativos. O time também não conseguiu trabalhar da melhor forma a sua estratégia e se mostrou perdida tanto em Bermuda quanto em Purgatório.

Indefinidos: INTZ, B4 e BD Los Grandes

Figurando o meio/final de tabela, INTZ, B4 e BD Los Grandes fizeram apresentações inconstantes no campeonato. Embora tenham tido seus momentos de trunfo (até mesmo com um BOOYAH, no caso dos Intrépidos), as equipes citadas acima não mostraram seu potencial e mesclaram entre boas e más apresentações ao longo da quedas disputadas, figurando assim a lista de indefinidos da semana.

INTZ comemora o seu primeiro BOOYAH na competição

Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) nas redes sociais: Twitter, Facebook e Instagram.

Categorias: Free Fire, LBFF
Tags: , ,

Deixe um comentário!