Liga Brasileira de Free Fire

Embora às expectativas fossem altas, a FURIA não começou bem na Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). O elenco formado por Avengedx, ImJouH, Solotov e Roff fechou a primeira semana do campeonato com 104 pontos, ocupando assim a última posição na tabela.

Em entrevista, Solotov, um dos principais nomes da FURIA, avaliou a estreia da equipe e aprovou o novo formato da competição que tomou o espaço da antiga Pro League. O jogador também comentou suas expectativas para com o decorrer do campeonato e apontou o time que mais o surpreendeu na última semana.

Confira a entrevista:


Como você avalia a estreia da FURIA no campeonato?
– Não fomos tão bem quanto esperávamos, pois houveram alguns erros que nunca ocorriam durante os treinos. Reavaliaremos e vamos focar para a próxima semana.

O que foi possível tirar de proveito após às primeiras rodadas?
– Todo erro serve de aprendizado, então aprendemos muito com essa primeira semana.

Mesmo começando mal, o campeonato é longo e ainda tem muito jogo pela frente. Quais as expectativas da FURIA para as próximas rodadas?
– Não repetir os mesmos erros, colocando em prática tudo o que estamos treinando, e fazer muito BOOYAH no restante do campeonato.

Solotov durante queda na Liga Brasileira de Free Fire (Foto: César Galeão/Garena)

O que você achou das mudanças de formato que chegaram com a Liga Brasileira de Free Fire?
– Achei muito legal esse novo formato. Prefiro dessa forma, já que assim as equipes têm mais chances de mostrarem seu potencial por ser um campeonato mais duradouro.

Agora, diferente do que foi no ano passado, a fase regular é disputada presencialmente. Acredita que o clima do presencial impactou no resultado de vocês?
– Jogar na Lan [presencialmente] aumenta o nervosismo um pouco, a pressão é maior por ter todos os adversários ali do lado. De qualquer forma, o clima de jogar contra os melhores times de Free Fire do país interfere em qualquer resultado. Da minha parte, eu já tinha jogado outros presenciais, então me senti bem tranquilo.

Já que você falou dos times, qual foi o que mais te surpreendeu na semana de estreia?
– A RED Canids foi uma surpresa. Eles [os jogadores] estão jogando de maneira mais agressiva e isso com certeza tem dado certo, os resultados falam por si só.


Acompanhe a Liga Brasileira de Free Fire ao vivo todo sábado e domingo, a partir das 13h no YouTube e no aplicativo BOOYAH! (/FreeFireBR).

Siga a LBFF nas redes sociais: Twitter, Facebook e Instagram.