Lobato, do Santos, comenta classificação para a Série A e rivalidade com o Corinthians

O Santos HotForex e-Sports faturou, no último domingo, 22, o título de campeão da Série C da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). Lobato, capitão da equipe,

O Santos HotForex e-Sports faturou, no último domingo, 22, o título de campeão da Série C da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). O elenco formado por Gustavo “One”, Cauan “Cauan”, Felipe “Flocky”, Tallyson “Boss”, Ruan “Rnzin” e Matheus “Lobato” somou 1260 pontos ao término da melhor de cinco decisiva e disputará a próxima temporada da Série A ao lado dos melhores times do país.

Lobato, capitão da equipe, conversou com o site logo após a classificação do Peixe para a elite e avaliou positivamente a campanha do time na terceira divisão: 

“Tivemos um ótimo início de campeonato e conseguimos pontuações vitais nos dois primeiros torneios. Embora tenham acontecido alguns vacilos no terceiro torneio, não foi nada que comprometesse a vaga”, disse.

Embora tenha considerado “simplesmente espetacular” a performance do Santos na fase final do campeonato, Lobato aponta que o momento mais complicado da escalada foi a série melhor de três válida pela semifinal, disputada um dia antes da decisão. De olho nos erros, o capitão já sabe o que precisa ser trabalhado para que o seu time consiga manter os bons resultados na primeira divisão.

“Precisamos intensificar os treinos, desenvolver novas estratégias e trabalhar ainda mais a sinergia entre os jogadores. Se fizermos tudo isso, acredito que estaremos no caminho certo”, avaliou.

Santos anunciou que disputaria a Liga Brasileira de Free Fire no final de fevereiro (Foto: Divulgação/Santos e-Sports)

De olho nos adversários que precisará lidar na próxima etapa, Lobato acredita que a Team Liquid, atual campeão, seja o time que mais pode prejudicar o Santos.

“Temos que ficar de olho neles [Team Liquid], principalmente porque compartilhamos o mesmo estilo de rotação, então provavelmente sempre nos encontraremos nas partidas”, pontua.

Em contrapartida, o confronto mais esperado pelo capitão é o clássico paulista contra o Corinthians que, por coincidência, também tem Clock Tower como local de queda fixo em Bermuda.

“Podem, com certeza, esperar pelo clássico paulista. Desde os treinos já estamos caindo com eles [Corinthians] e caso não desistam da call, a bala vai comer logo de início em todas as partidas em Bermuda. A torcida quer muito ver esse clássico”, continuou.

Em suma, o Peixe parece bem preparado para os desafios que o espera na elite da Liga Brasileira. Ciente do trabalho psicológico que será necessário para lidar com a pressão de jogar presencialmente toda semana e grato pela classificação, Lobato demonstra confiança na organização e frisa empolgação de todo o elenco com relação ao que está por vir.

“Somos todos jogadores bem calmos, e já ouvimos e passamos por muitas coisas para chegarmos até aqui. O suporte da organização tem sido incrível até agora e acreditamos que será ainda maior durante a disputa da Série A. Estamos empolgados com as futuras partidas no presencial, toda essa estrutura e um campeonato desse nível é algo novo para nós. Saber que estamos colhendo os frutos do nosso trabalho e dedicação é muito gratificante”, concluiu.

Categorias: Free Fire, LBFF
Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário!